Aula Aberta
segunda-feira, janeiro 02, 2006
  Para o estudo de Felizmente Há Luar

Paralelismo

Paralelismo: passado (1817) – presente da escrita (1960)

Tempo da História - (séc. XIX – 1817)

Tempo da escrita - (séc. XX – 1961)

· Agitação social que levou à revolta liberal de 1820 – conspirações internas

· Revolta contra a presença da Corte no Brasil e influência do exército britânico

· Agitação social dos anos 60 - conspirações internas;

· Principal irrupção da guerra colonial.

· Regime absolutista e tirânico

· Regime ditatorial de Salazar.

· Classes sociais fortemente hierarquizadas.

· Classes dominantes com medo de perder privilégios.

· Povo oprimido e resignado.

· a “miséria, o medo e a ignorância”

· Obscurantismo, mas “felizmente há luar”.

· Maior desigualdade entre abastados e pobres.

· Classes exploradoras, com reforço do seu poder.

· Povo reprimido e explorado.

· Miséria, medo e analfabetismo

· Obscurantismo, mas crença nas mudanças.

· Luta contra a opressão do regime - luta contra o regime totalitário e ditatorial absolutista.

· Manuel, “o mais consciente dos populares”, denuncia a opressão e a miséria.

· Luta contra o regime totalitário e ditatorial.

· Agitação social e política com militares antifascistas a protestarem.

· Perseguições dos agentes de Beresford

· As denúncias de Vicente, Andrade Corvo e Morais Sarmento que, hipócritas e sem escrúpulos, traem Gomes Freire.

· Censura à imprensa.

· Severa repressão dos conspiradores

· Processos sumários e pena de morte

· Execução do General Gomes Freire

· Perseguições da PIDE

· Denúncias dos chamados “bufos”, que surgem na sombra e se disfarçam, para colher informações e denunciar.

· Censura.

· Prisão e duras medidas de repressão e de tortura.

· Condenação em processos sem provas

· Presença Inglesa (Marechal Beresford).

· Principal de Sousa (representante da Igreja).

· D. Miguel Forjaz.

· General Gomes Freire de Andrade

· Apoio da NATO ao regime salazarista.

· A cumplicidade da Igreja Católica no apoio ao regime Salazarista - Cardeal Cerejeira.

· As oligarquias (as famílias poderosas) que controlavam a economia e o regime.

· Os militares descontentes com o regime de Salazar (Norton de Matos, Humberto Delgado…).



 
Comentários:
um grande apoio pa estudar e compreendermos o livro,como a sua historia...
 
desculpe não é "pa" mas sim "para"foi um lapso meu...
 
gxtei d k encntrei aki...muitos parabens!! (continua...) 5*
bjo*
 
concordo c o rafael! que tal um 'resumé' do livro, hein? so o paralelismo n é nd!!!
 
O melhor mesmo é ler o livro! Não custa nada e até é um texto curto e de «curtir»...
 
Cool blog, interesting information... Keep it UP » » »
 
Very nice site! »
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial
Este espaço destina-se a professores e alunos do ensino secundário da disciplina de Português (Língua Portuguesa)da ES da Póvoa de Lanhoso. A intenção é proporcionar um espaço de interacção, e uma outra estratégia para apoiar os alunos.

Arquivos
Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Junho 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Abril 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 /


Powered by Blogger

Subscrever
Mensagens [Atom]